Quem somos afinal?

A U.DREAM HOJE

Acreditamos ter descoberto um bom plano para mudar o mundo. Identificamos um problema, procuramos compreendê-lo, arregaçamos as mangas e cá estamos nós! Comecemos com o problema. Na nossa ótica, a maior parte dos jovens em Portugal estão desconectados das suas comunidades, ou seja:
-> Não as servem, não tivéssemos nós uma das piores taxas de voluntariado jovem na Europa;
-> Não compreendem os problemas sociais que os rodeiam, deixando para trás a possibilidade de desenvolver opiniões críticas e bem fundamentadas;
-> Não desenvolvem uma missão social, algo que os incomode e que os faça agir em prol de uma atenuação do problema.
-> Não têm desenvolvida níveis elevados de compaixão, generosidade e empatia.

Concluímos então que existirem poucos jovens com competências de liderança social. Ainda assim, não é para nós muito difícil compreender as causas deste problema, não é fácil ser “jovem”:
-> Não é fácil para um jovem compreender quem é, sem se deixar levar “por aquilo que tem de ser ou fazer” por força do ambiente externo (culturescape);
-> O mundo “andou” muito rápido nos últimos anos e os desafios multiplicaram-se;
-> O sistema formal de ensino não desenvolve competências de como a generosidade, empatia, compaixão, entre outros.

É aqui que entra o nosso plano para mudar o mundo, por outras palavras, é aqui que entra a U.DREAM. A U.DREAM é um programa educativo que desenvolve competências de liderança social em estudantes do Ensino Superior capacitando-os para Servir, Inspirar e Sonhar.  Queremos ensinar a servir as comunidades compreendendo os problemas delas, ensinar a inspirar quem nos rodeia a participar diretamente nessa responsabilidade e tudo isto, sem nunca deixar de sonhar, sem nunca deixar de procurar a felicidade de cada um. 

Na prática, a solução apresentada pela U.DREAM é um programa paralelo ao Ensino Superior, com a duração de 3 semestres, cada um deles com objetivos distintos, mas todos com um ponto em comum: o serviço comunitário local. Para garantir que os jovens compreendem o mundo como ele é, todos são convidados a viver 60 horas de ação social, em públicos distintos, em colaboração com organismos locais que já trabalham as temáticas mais urgentes, garantindo assim uma maior compaixão pela humanidade e pelas problemáticas que abraçam.

Ao mesmo tempo que os jovens se apaixonam pelo serviço, são convidados a embarcar no caminho da liderança social através de 90 horas de formação, que começa, a nosso ver, neles próprios e na capacidade de desvendar alguns dos maiores desafios da atualidade: Quem sou eu? Qual é o meu propósito? Como posso gostar de mim? Como posso ter relações saudáveis? Como posso ajudar verdadeiramente as pessoas que amo? Como me posso sentir verdadeiramente realizado? Nós sabemos como ajudar:
1. EU: Nos primeiros meses os jovens são confrontados com a importância de se compreenderem, de se aceitarem, de se auto-regularem, de compreenderem a felicidade como ela é e de aprenderem a lutar por ela. Em resumo, aprendem a definir os seus sonhos e a viver em congruência com eles. Sonhos? Sim, Sonhos, a nossa visão de futuro! :)
2. EU E OS OUTROS: Depois, chega a altura de Inspirar. Enquanto seres sociais que somos, nenhum jovem será feliz ou capaz de gerar mudança se o fizer sozinho, se o fizer sem comunicar. É então o momento de trabalhar as relações. Aprendem a estabelecer e cuidar das suas redes de apoio (como posso ter uma relação mais positiva com a minha mãe? como posso cuidar dos meus amigos?), aprendem a comunicar com qualquer pessoa, desenvolvem empatia e responsabilização, no fundo, aprendem a inspirar (pelo exemplo!).
3. EU NA COMUNIDADE: Por fim, assegurada a capacidade de Sonhar e Inspirar, vem o Serviço, a jóia da coroa. Servir é mais do que dedicar algumas horas a uma causa, servir é estar inconformado, é casar com problema e não com a solução que temos em mãos, é agir de forma desinteressada sobre ele, é compreender o que já foi feito, compreender a causa e o sistema que influencia, é colaborar!

Este é o caminho da liderança social: Sonhar, Inspirar e Servir. Para um mundo melhor. Pelas mãos dos jovens, futuros pais e profissionais do nosso país. Todo o programa está a ser acompanhado e medido pela Fundação Calouste Gulbenkian, bem como por um grupo de consultores de diversas áreas de formação (Psicologia, Gestão, Marketing e Sociologia). 
O objetivo é então garantir que estes jovens terminam o programa e nunca deixem de servir a sua comunidade, que influenciam as suas redes de apoio a fazer o mesmo e que encontram a sua missão social, garantindo assim um maior compromisso perante uma determinada problemática.

História

Fundada a 20 de Agosto de 2013, a U.DREAM (UD) nasceu no seio da Faculdade de Economia do Porto, idealizada e concebida por jovens estudantes que, um certo dia, se colocaram a seguinte questão: "O que estou eu a dar ao mundo?"

Movidos pela vontade de entregar mais à sua comunidade, decidiram desafiar a própria lógica do associativismo juvenil criando assim a primeira Empresa Júnior Social do país. A UD foi combinando e expandindo dois mundos - empresarial e social - procurando mostrar que também se podiam criar projetos sociais com estruturas similares ao de empresas.

Havia inicialmente dois grandes objetivos:
O social: Que estava inteiramente dedicado ao acompanhamento de crianças com patologias (cancro, paralisia cerebral, autismo, etc...) e respetivas famílias culminando esse acompanhamento com a concretização do sonho dessa mesma criança procurando sempre que o mesmo tivesse impacto a longo prazo.
O empresarial: Garantindo assim a autossustentabilidade do projeto para provar que ajudar, não é sinónimo de donativos e que se precisamos de meios, então temos de trabalhar para merecê-los. Na altura testou-se mecanismos de sustentabilidade associados a consultoria júnior, estratégia que caiu ao fim de dois anos, dando lugar a outras mais .

Com o avançar dos anos, a UD começou a caminhar para um projeto educativo abrindo portas a perspetivas diferentes (e mais profundas) sobre o que podia conseguir ao nível desenvolvimento pessoal dos estudantes e criando espaço para outros tipos de impacto. Hoje em dia trabalhamos com lares de idosos, lares de infância e juventude, escolas secundárias, entre outros, no fundo, as necessidades que as comunidades apresentam.

Em 2016, pelas mãos do Programa Operacional de Inclusão Social e Emprego (POISE) enquadrado no Portugal 2020, iniciamos a nossa expansão nacional para as cidades de Braga, Aveiro em 2017 e Coimbra em 2018.

Depois da expansão explosiva, seguiram-se tempos de reflexão: O que é afinal a UD? Que tipo de impacto queremos gerar? Foi aí que nos começamos a posicionar enquanto um projeto educativo na área da educação informal que se propõe a desenvolver nos estudantes universitários competências para a liderança social. Que se propõe a levar aos jovens a ideia de que servir as suas comunidades faz parte das suas responsabilidades, faz parte do plano que todos procuramos: o de ser feliz! Servir, Inspirar e Sonhar, é o mote dos próximos anos.

Por fim, no Verão de 2019 iniciou-se a expansão para a cidade de Lisboa com o apoio da Caixa Geral de Depósitos. Para já é isto, uma história de 7 anos, embalada por amor (consciente) por onde já passaram mais de 600 estudantes universitários. A melhor parte… é que amanhã há mais para contar.

Cofinanciamento

A U.DREAM é um projeto cofinanciado pelo Fundo Social Europeu, pelo programa Operacional Inclusão Social e Emprego no âmbito do Portugal 2020. A ficha do projeto pode ser vista aqui.

Relatórios de atividades e impacto 2020

Nesta secção podem viajar pelo relatório de atividades e/ou relatório de gestão e contas, onde encontram toda a informação sobre o ano de 2020, bem como os relatório de impacto por cidade/geografia: Sul (Lisboa), Norte (Braga e Porto) e Centro (Aveiro).