A Trivela do Luís

Por entre horas de brincadeiras e sorrisos, fomos recordados do que significa a verdadeira definição de “ídolo”: em tudo o que podia e não podia, o Luís queria ser o Ricardo Quaresma, não só nos livres e penáltis virtuais, mas também na personalidade e virtudes que nele via.
Foi por entre as palmas e cânticos entusiastas dos Super Dragões no seu próprio quarto, que o Luís viu entrar no seu mundo quem nunca pensou ser possível vir a conhecer.
Na memória trazemos lágrimas, sorrisos e muitos: “obrigado” mas, acima de tudo, um eterno laço que guarda o que este guerreiro nos deixou: “foi o dia mais feliz de sempre”. A U.DREAM conheceu uma das melhores pessoas do mundo. Luís, que inicialmente era tímido, rapidamente se tornou num companheiro de batotas, um craque na playstation, um sonhador. Obrigado Luís, foi o dia mais feliz de sempre para nós também.

Partilhar