Aloha à Aventura

Aloha à aventura: o tema fazia adivinhar o que se ia passar no fim de semana. 
O Azurara Parque Aventura preparara um fim de semana radical para nós e, eis que para entrar no tema, o parque se vestiu a rigor do espírito havaiano para nos receber. À chegada tornamos as meninas do Lar Rosa Santos numas verdadeiras havaianas vestidas a preceito, enquanto lá no fundo a música havaiana nos convidava a entrar naqueles dias que prometiam ser de sonho. Aquando chegamos era fácil perceber o território do nosso acampamento, viam se flores e o pórtico identificava a nossa tribo. Era finalmente chegada a hora de começarem as atividades e as nossas meninas puderam fazer arvorismo e slide, desafiando medos e capacidades que não sabiam ter. Após tanta adrenalina, andaram a cavalo para desacelerar o coração que insistia em bater forte depois de tanta emoção. Umas verdadeiras aventureiras têm que se alimentar bem para que a energia nunca acabe e foi assim que demos início ao jantar. Depois de carregadas baterias, não podíamos ir logo dormir e assim seguimos para um Luau mágico que se encontrava perto do rio. Parecíamos transportados para um mundo à parte, o caminho iluminava-se com velas, a chegada marcava-se por um corredor de flores e tochas. Ouviam-se belas melodias entoadas pela Duda com a lua e o rio como paisagens, enquanto a fogueira nos deixava quentinho o coração. O momento continuou com marshmallows à fogueira e com um bolo que espelhava em si todo o fim de semana com a sua decoração. O momento marcante da noite chegara. Cada menina teve a oportunidade de escrever o seu maior sonho numa lanterna flutuante. De seguida, lançamo-los ao rio com o desejo que cada um se concretize. Cada um daqueles sonhos iluminou o nosso final de noite. Foi embalados em sonhos que nos retiramos para uma noite de sono. O dia seguinte começou cedo e, depois de um belo pequeno almoço, seguimos para a canoagem onde descobrimos o talento de muitas das nossas aventureiras que pareciam ter nascido para aquela atividade. A última atividade reservada para o dia encheu a tarde de muitas e sinceras gargalhadas, o touro mecânico.


 


Infelizmente o fim de semana teimava em chegar ao fim, mas para que estes dias nunca mais se esqueçam foi oferecido à Instituição um quadro com as melhores imagens. Tivemos que dizer Aloha à rotina habitual, com a certeza que os nossos sonhos continuam sempre.

Partilhar